Samba-Enredo 2013

G.R.E.S. Beija-Flor de Nilópolis


Eu vou cavalgar, pra encontrar
A minha história nesse mundo de meu Deus!
Venho de longe de uma era milenar,
Fui coroado quando o dia amanheceu!
Brilha, estrela guia... Um viajante, a sua sede matar!
Presente de grego, que grande ironia
Herói das batalhas, real montaria!
Com asas surgiu do infinito, tão claro mito...
A joia rara de Alah!
Cigano... Buscando a purificação!
Mostrando elegância e bravura,
A minha aventura se torna canção!

É o bonde que vai, carruagem que vem...
Na viagem que traz o amor de alguém!
Indomável corcel, alazão da Coroa...
Troféu da nobreza, estrela que voa!

Amigo do Rei, pela estrada lá vai o Barão!
Sul de Minas Gerais, galopei...
A riqueza da mineração!
Café me fez marchar... Ao Rio da corte a bailar!
Acreditar... Que fui a raça escolhida!
Sou um puro sangue azul e branco,
Um acalanto... a mais sublime criação!
Sou eu o seu cavalo de batalha,
Se a memória não me falha...
Chegou a hora de gritar é campeão!

Sou Manga Larga Marchador!
Um vencedor, meu limite é o céu!
Eu vim brilhar com a Beija-Flor..
Valente guerreiro, amigo fiel!

Compositor: J.veloso, Ribeirinho , Marquinho Beija Flor , Gilberto , Silvo Romai e Edilson Marimba

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a G.R.E.S. Beija-Flor de Nilópolis no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS