Samba-Enredo 2002

G.R.E.S. Beija-Flor de Nilópolis


O BRASIL DÁ O AR DE SUA GRAÇA. DE ÍCARO A RUBEM BERTA, O ÍMPETO DE VOAR

Meu Beija-flor espacial ô ô
Cruzou o espaço sideral ô ô
Fez do meu sonho
Realidade neste carnaval

Num toque divinal do Criador
Surgem passarinhos a bailar
Com elegância e beleza
Inspiração que fez o homem voar
Na mitologia construiu
Asas de cera para a liberdade
Rumo ao Oriente sobre tapetes

Conheceu estórias milenares
Reluz no renascimento a profecia
Que o grande cisne voaria
E o mundo se encantaria

Vai, vai balão
Leve o meu sonho pra imensidão
Sou brasileiro, pioneiro
Grande "pai da aviação"

Oh! Glória...
Glória a um gaúcho sonhador
Fez da moderna aviação
A integração nacional
No seu desejo profundo
Este cidadão do mundo
Lutou pela igualdade social
O homem conquista seu desejo afinal
Com a força do guerreiro
Alcança a lua
E clama pela paz universal

Compositor: Wilsinho Paz, Elcy, Gil das Flores, Alexandre Moraes, Tamir, Tom Tom e Igor Leal

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a G.R.E.S. Beija-Flor de Nilópolis no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS