Samba-Enredo 1982

G.R.E.S. Beija-Flor de Nilópolis


Viola
Vadia de Vida boa
A Beija-Flor cantando voa
Na literatura de cordel
No reino de Paranambuco
Numa serpente a bruxa
Destruía tudo sob o céu
Lá em Palmares
Um ritual desencantou
O olho azul da serpente
Naquela flor atraente
A princesa desabrochou Ô Ô Ô
Vem das trevas a bruxaria
Enfeitiçando com ouro e magia

Maracatu bumba ei }
Tão fascinante chegou }
No caboclinho sou rei }
Gurreiro dourado eu sou }

Mas o Mestre Vitalino
Molda em barro seu destino
Do povo tão sofredor
E Maurício de Nassau
Lança o Gênio do Mal
OH! Quanta alegria
Com Yarabela se casou, ô ô
Sete laços, sete pontes
No rio Capibaribe
A serpente se transformou

Geme viola o repente }
Vem pro forró si menino }
Caruaru tá contente }
O Nordeste tá sorrindo }

Compositor: Wilson Bombeiro, Carlinhos Bagunça E Joel Menezes

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a G.R.E.S. Beija-Flor de Nilópolis no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS