Samba-Enredo 1977

G.R.E.S. Beija-Flor de Nilópolis


Caiu dos olhos da vovó
(Lalaiá, laiá)
Uma lágrima sentida
Lembrando imagens de criança
Do velho tempo que passou

O seu pranto é colorido
Nas vivas cores da televisão
Que hoje assiste recordando
Formosos ranchos
e grandes sociedades

No esplendor da noite
Como era lindo a presença do dia
A corte egipciana
Enredos de nostalgia

Não chore não vovó
Não chore não (bis)
Veja quanta alegria dentro da
recordação

Relembre a graça do entrudo
E o fascínio do baile de Veneza
Lá em Roma Pagã
Para festejar a primavera
Colhiam frutose faziam orgia
Que começavam ao
romper do dia

E vinha um rei
Num belo carro naval
Alegrando a saturnália (bis)
Inventando o carnaval

(De lá pra cá)
De lá pra cá
Tudo se transformou
Mas a vitória da folia ficou
No encanto do meu povo
que brinca
Sambando quando samba a
Beija-Flor
(Vovó)

Compositor: Savinho Da Beija-flor E Luciano Da Beija-flor

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a G.R.E.S. Beija-Flor de Nilópolis no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS