Página inicial > Samba Enredo > G > G.r.c.e.s. Mocidade Alegre > Samba-Enredo 1998 - Essas Maravilhosas Mulheres Ousadas

Samba-Enredo 1998 - Essas Maravilhosas Mulheres Ousadas

G.r.c.e.s. Mocidade Alegre


Eva me entrego ao paraiso
Na graça e no riso, sou alegre folião
Grato Isabel a heroina
Com a sua mão divina, aboliu a escravidão
Desperta sorrindo, Maria Bonita
O seu nome está no tema do poema singular
E Carmem Miranda, pequena notável
Gênio incomparável da canção popular

É carnaval
A estrela cintilou tão bela
Ô abre alas que eu quero passar
Chiquinha Gonzaga está na passarela

Luz Del Fuego é a luz
Que conduz a emoção
Marilyn com seu olhar ardente
De um certo presidente balançou o coração
Nobre dama da inspiração
Evita Perón é a musa divinal
Madona é a dádiva do evento
Derramando seu talento e beleza sensual

Na arte a pureza, perfume de rosa
De verso em prosa, pronúncia do amor
Mulheres ousadas e maravilhosas
A Mocidade traz num canto de louvor

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a G.r.c.e.s. Mocidade Alegre no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS