Samba-enredo 1981

G.r.c.e.s. Mocidade Alegre


"Visungo, canto de riqueza"


Alvorada
De um tempo novo
De um novo dia
Com seu mistério a natureza
Uma nova vida principia

E nos sertões os desbravadores
Com gente de todas as paragens
No céu nuvens viajam
Vissungo lhes traz mensagem

Ai senhê, ai senhê
Do imbanda
Fura buraquim senhê

E lá das minas
Nas Minas Gerais
Garimpa gente garimpa
Que o arco-íris vai lhe transportar
Por caminho de cristal
Sob um lindo céu de diamante
Neste reino encantado
Com castelos de brilhantes
Luar de prata, dia dourado
De canção mar e cascatas
Belo sonho imaginado

Bate bateia pra lá e pra cá
Se hoje não tem, amanhã terá

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a G.r.c.e.s. Mocidade Alegre no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS