Página inicial > Blues > F > Fredfox > O Sonho

O Sonho

Fredfox


Oiço lá no fundo o teu respirar tão profundo...
São duas da manhã , ainda não consigo dormir
Oiço uma voz ao longe e pede ajuda para fugir
Não sei qem tu és , mas causas-me aflição
Não sei como ajudar... tenta agarrar a minha mão
Mas pára de chorar , eu peço-te por favor...
Conta-me o qe se passou , foi desilusão de amor?
Ou falta de amar , pára de soluçar. só qero-te poder salvar
E tirar desse poço , desse buraco sem fim...
Mas so te posso socorrer , qando estiveres aqi
Qando tiver a certeza de qe és real.
Vem , não te deixes fazerem-te mal.
Tens medo de mim?
Diz-me o qe é qe se passa..
Porq é não falas? será qe te doi a alma?
Eu qero-te ajudar , acredita , mas não podes ficar calada.
Diz-me ... qem é qe te evita?

Oiço lá no fundo o teu respirar tão profundo...
Sinto-o tão perto como se fosse uma aragem
Como se fosse uma brisa qe passa mesmo á minha margem.

Oiço lá no fundo o teu respirar tão profundo...
Tão leve como a pena e invisivel como o vento
Tornas tudo misterioso qe até páras o tempo!

Já não sabia o qe fazer porq tudo está parado...
Mas escutei com atenção qe a tinham magoado...
Resolvi perguntar-lhe a razão de estar tão mal ,
mas continhua a chorar sem dizer qem foi o tal...
Mai uma vez insisti e foi aí qe se expressou:
Tinha acabado de perder qem um dia amou...
Agora tem medo de uma realidade bem diferente...
Já não qer abrir os olhos por ele não estar presente.

Para a conseguir abraçar , para a ver sorrir sem a ver chorar...
Acredita qe ele qer voltar...
mas há algo qe o impede , ele não pode regressar , não!
Ele não pode regressar , não!
Ele não pode regressar , não!
(ele não pode regressar....)

Oiço lá no fundo o teu respirar tão profundo...
Sinto-o tão perto como se fosse uma aragem
Como se fosse uma brisa qe passa mesmo á minha margem.

Oiço lá no fundo o teu respirar tão profundo...
Tão leve como a pena e invisivel como o vento
Tornas tudo misterioso qe até páras o tempo!

Ainda há muito por viver... pode não ser agora ,
mas um dia vai ser...
Por hoje já chega fazeres parte do meu sonho
Vieste acordar-me e tirar-me o sonho...

Oiço lá no fundo o teu respirar tão profundo...
Sinto-o tão perto como se fosse uma aragem
Como se fosse uma brisa qe passa mesmo à minha margem.

Oiço lá no fundo o teu respirar tão profundo...
Tão leve como a pena e invisivel como o vento
Tornas tudo misterioso qe até páras o tempo!

Oiço lá no fundo o teu respirar tão profundo...
Sinto-o tão perto como se fosse uma aragem
Como se fosse uma brisa qe passa mesmo á minha margem.

Oiço lá no fundo o teu respirar tão profundo...
Tão leve como a pena e invisivel como o vento
Tornas tudo misterioso qe até páras o tempo!

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Fredfox no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS