Favorito

Francisco Alves


Meu amor se tu queres saber
Qual a razão deste meu padecer
Porque motivo me ausento de ti
Ó, vem escutar-me aqui,
Não é medo meu bem, qual o que,
Eu já te digo qual a razão
Pois que eu tenho paixão por você
Dou sempre o fora na melhor ocasião.
Tens um pai que é de temer,
O que me faz sofrer
Perder tanto a fé
Pois se já sabes como é
Se ele descobre que eu vou lá
Tenho mesmo que fugir,
Pois não dou para o fubá.
Tua mãe, ai jesus, não sei mais,
Que lhe dizer meu amor, de teus pais,
Tu tens por mãe uma velha feroz,
Que do inferno caiu entre nós,
É perversa, é cruel, é um azar,
E não me dá uma folga sequer,
Coisa pior não se pode encontrar,
É obra-prima, magistral, de lúcifer.
Quando em noite de luar
Tu fores formosa ao fundo do jardim,
Vê se te lembras de mim,
Quando eu pulava esse quintal
Eu ficaria frio e sério,
E seu pai neste portal.
Teus maninhos, me pedem tostões,
Sujam-me a roupa e arrancam meus botões,
Mas tu não sabes que é natural
Eu bem sei que não é por mal
Mas não posso, a despesa é demais,
Cair no mangue é melhor, minha flor,
Crio alma nova e tu ficas em paz
Saúde e fica, se deseja o meu amor...

Compositor: Ernesto Nazaré

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Francisco Alves no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS