Página inicial > Velha Guarda > F > Francisco Alves > Dois Corações (com Dalva de Oliveira)

Dois Corações (com Dalva de Oliveira)

Francisco Alves


Quando dois corações se amam de verdade
Não pode haver no mundo maior felicidade
Tudo é alegria, tudo é esplentor!
Que bom que não seria se eu tivesse um amor!

Eu sou o poeta que canta à lua quarto-crescente
sozinho, sem vida, descrente
Lua cheia, onde estás que não clareias
Este triste coração
Vazio caramanchão?

Compositor: Herivelto Martins - Valdemar Gomes

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Francisco Alves no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS