Fort Minor

The Rising Tied


"Kenji"


Meu pai veio do Japão em 1905

Ele tinha 15 anos quando imigrou do Japão

Ele, ele... ele trabalhou até conseguir comprar este pedaço de terra

E construir uma loja


Deixe-me contar a história em forma de sonho

Eu não sei porque eu tenho que contar isto, mas eu sei o que significa,

Feche seus olhos, agora imagine a cena,

Como eu descrevo pra você: era Segunda Guerra Mundial,

Quando este homem chamado Kenji acordou,

Ken não era um soldado,

Ele era apenas um homem com uma família que tinha uma loja em Los Angeles,

Aquele dia, lentamente ele foi pra cama como sempre fazia,

Bacon e ovos com a esposa e as crianças,

Ele morava no segundo andar da pequena loja que cuidava

Ele mudou do Japão para LA,

Eles o chamavam de "Imigrante",

Em japonês, ele dizia que era chamado "Esay",

Que significa 'Primeira Geração nos Estados Unidos',

Quando todo mundo estava com medo dos Alemães, com medo dos Japoneses,

Mas a maioria estava com medo de um ataque patriótico

E naquela manhã que Ken pisou no tapete da porta de entrada,

Seu mundo ficou preto, porque

Logo ali; primeira página no jornal,

Três semanas anterior a 1942,

"Pearl Harbor Foi Bombardeado E Os Japoneses Estão Vindo",

Fotos de soldados morrendo e correndo,

Ken sabia o que poderia preceder,

Bem como ele adivinhou, o Presidente disse,

"A desgraça Japonesa em nosso país será bloqueada imediatamente",

Eles deram a Ken, alguns dias,

Pegar sua vida intera e lotar duas malas

Apenas duas malas, nem mesmo compensaria pôr suas roupas;

Um pessoal nem tinha uma mala de viagem, pra colocar qualquer coisa dentro,

Portanto duas malinhas eram tudo que eles lhe davam,

Quando as crianças perguntavam à mãe "Onde estamos indo?"

Ninguém sabia certamente o que dizer pra elas,

Ken não queria mentir, ele disse "Os EUA estão procurando por confusão,

Então a gente vai morar num lugar chamado Mandinar,

Onde muitos japoneses vivem",

Pare com isto, não olhe para homens matadores,

Você não gostaria de entender os milagres de soldados

Se você vai correr ou não,

Porque se você correr também pode ser atingido com tiro,

A não ser que tente não pensar sobre isto,

Tente não se preocupar com isto; tenha estado tão repleto,

Algum dia nós iremos sair, algum dia, algum dia.


Assim que a guerra estourou

A I.A. veio, e eles agora vieram em casa e

"Você tem que vir conosco"

"Todos os Japoneses têm que vir"

Eles pegaram o Sr. Lee

O povo não entendeu

Por que eles tinham que levá-lo?

Porque ele é uma pessoa inocente [vizinho/trabalhador?]


Então agora estão na cidade com os soldados cercando eles,

Toda dia, toda noite rebaixando eles,

Das torres de vigília acima da muralha,

Ken de fato não podia odiar todos aqueles;

Eles só estavam fazendo o trabalho deles e,

Ele não iria causar nenhum problema,

Ele tinha um pequeno jardim com vegetais e frutas que,

Ele deu para as tropas de soldados numa cesta que sua esposa fez,

Mas no fundo da sua mente, ele queria a vida da família deles a salvo,

Prisioneiros de guerra em seu próprio país maldito,

Para quê?

Passado um tempo na cidade de prisão,

Precisava deles para viver desconfiando quando fossem libertados

A única saída era se alistando no exército,

E supostamente, alguns homens saíram em prol do exército, assumiram,

E terminado o vôo pro Japão com a bomba,

Aquelas 15 mil toneladas soprando, reduz e finaliza a guerra bem rápido,

Duas metrópoles estavam resumidas em pedaços; o fim da guerra veio voando

Ken se libertou, grandes esperanças de uma vida normal, com seus filhos e

sua esposa

Mas, quando eles voltaram para casa,

O que viram fez com que eles se sentissem tão sozinhos,

Essas pessoas tinham estraçalhado todo o lugar,

Destruindo as janelas e surrado as portas,

Escrito nas paredes e no chão,

"Japoneses não são mais bem-vindos"

E Kenji deixou cair ambas as malas ao seu lado e parado, agüentou firme,

Ele olhou para sua esposa sem palavras pra dizer,

Ela olhou pro lado limpou logo as lágrimas,

E, disse "Algum dia nós estaremos bem, algum dia",

Agora os nomes foram mudado, mas a história é verdadeira,

Minha família, no passado ficou presa em 42,

Minha família estava lá, e era escuro e úmido,

E eles chamavam isso de campo de internamento militar


Quando nós voltamos do campo pela primeira vez... ahm

Isto foi... muito... muito ruim


Eu, Eu me lembro do que meu marido disse

"Nós ainda vamos ficar até o fim?"

Em seguida meu marido morreu antes deles fecharem o campo.



Kenji


Kenji


My father came from Japan in 1905

He was fifteen when he immigrated from Japan

He, he... he worked until he was able to buy this patch

And build a store


Let me tell you the story in the form of a dream,

I don't know why I have to tell it but I know what it means,

Close your eyes, just picture the scene,

As I paint it for you, it was World War II,

When this man named Kenji woke up,

Ken was not a soldier,

He was just a man with a family, who owned a store in LA,

That day, he crawled out of bed like he always did,

Bacon and eggs to wife and kids,

He lived on the second floor of a little store he rent,

He moved to LA from Japan,

They called him 'Immigrant,'

In Japanese, he'd say he was called "iisei"

That meant 'First Generation in the United States',

When everyone was afraid of the Germans, afraid of the "Japs",

But most of all afraid of a homeland attack,

And that morning when Ken went out on the doormat,

His world went black 'cause,

Right there; front page news,

Three weeks before 1942,

"Pearl Harbor's Been Bombed and the Japs Are Comin',"

Pictures of soldiers dyin' and runnin',

Ken knew what it would lead to,

Just like he guessed, the President said,

the evil Japanese in our home country would be locked away

They gave Ken, a couple of days,

To get his whole life packed in two bags,

Just two bags, couldn't even pack his clothes,

Some folks didn't even have a suitcase, to pack anything in,

So two trash bags was all they gave them,

When the kids asked mum "Where we goin'?"

Nobody even knew what to say to them,

Ken didn't wanna lie; he said "The US is lookin' for spies",

So we have to live in a place called Manzanar,

Where a lot of Japanese people are,"

Stop it don't look at the gunmen,

You don't wanna get the soldiers wonderin',

If you gonna run or not,

'Cause if you run then you might get shot,

Other than that try not to think about it,

Try not to worry 'bout it bein' so crowded,

Someday we'll get out, someday, someday.


As soon as the war broke out

The F.B.I. came and they just come to the house and

"You have to come"

"All the Japanese have to go"

They took Mr. Nii

The people couldn't understand

Why they had to take him because he's just innocent laborer


So now they're in a town with soldiers surroundin' them,

Every day, every night looked down at them,

From watchtowers up on the wall,

Ken couldn't really hate them at all;

They were just doing their job and,

He wasn't gonna make any problems,

He had a little garden with vegetables and fruits that

He gave to the troops in a basket his wife made,

But in the back of his mind, he wanted his families life saved,

Prisoners of war in their own damn country,

What for?

Time passed in the prison town,

He wondered if it live it down when they were free,

The only way out was joinin' the army,

And supposedly, some men went out for the army, signed on,

And ended up flyin' to Japan with a bomb,

That 15 kiloton blast put an end to the war pretty fast,

Two cities were blown to bits; the end of the war came quick,

Ken got out, big hopes of a normal life, with his kids and his wife but

when they got back to their home,

What they saw made them feel so alone,

These people had trashed every room,

Smashed in the windows and bashed in the doors,

Written on the walls and the floor,

"Japs not welcome anymore."

And Kenji dropped both of his bagson the sides and just stood outside,

He, looked at his wife without words to say,

She looked back at him wiped the tears away,

And, said "Someday we'll be okay, someday,"

Now the names have been changed, but the story's true,

My family was locked up back in '42,

My family was there it was dark and damp,

And they called it an internment camp


When we first got back from camp... uhh

It was... pretty... pretty bad


I, I remember my husband said

"Oh we're gonna stay til least"

Then my husband died before they close the camp.


by /babihgott

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS