Cósmica

Forfun

Polisenso


Cósmica, eletromagnética
Distribui sorrisos
Canaliza positivos ventos
Por onde passa
Quântica, calma e dialética
Ela olhou ele nos olhos
E virando o rosto ao vento que soprava

Em silêncio disse o que lhes era essencial
Beijando-o com a força de um amor atemporal

Tântrica, natural e mágica
O sutil e o corpóreo
No eterno e transitório
Instante que se passava

Em meio ao caos sublime da explosão sensorial
Surgiu a consciência de um amor impessoal

Celebrando a vida e a infinita dança universal
Ela envolve a todos a envolvem
Encontrando a vida ao deixar fluir o curso natural

Celebrando a vida e a infinita dança universal
Ela envolve a todos a envolvem
Encontrando a vida ao deixar fluir o curso natural

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Forfun no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS