Página inicial > Reggae > F > Flow Tenso > O Céu não é o Limite

O Céu não é o Limite

Flow Tenso

O Céu não é o Limite


(Introdução)
O céu é o limite
O céu é o limite
O céu é o limite
Se pensa assim, desiste!

Não é o limite não!
Não se limite em vão!
Não se limite!
O céu não é o limite!

(Verso 1 Bck)

Atenção você que costuma dizer que o céu é o limite
vou te falar um bagulho, mas não se irrite
além de eu negar a existência do céu
o limite é outra coisa que também não existe
posso até ser um réu do seu julgamento
mas ao menos aqui dentro, a razão é o que persiste!

afinal o limite ta na minha mente
se entrei no rap, é pra ir pra linha de frente
meu desabafo às vezes soa um pouco contundente
mas zé... mas é o peso do meu presente!

Eu nem dei pala!
mandei bala!
guardei, tá lá!
falei, nema!
lutei, tentei, chorei, enfim ganhei rapá!
o meu lugar!
sensei? que nada
nem sei nadar

mas em rio de merda nem faço questão de me misturar pra não me afogar
deixe eu caminhar com as minhas duas pernas, porra!
sua sombra tá lerda, corra! ou afunde na merda e morra!
lobo mal morre no chiqueiro onde tem papa léguas mermo tentando a porra toda!

Limitância de militância na ignorância desse povo
foda-se a opinião e a intromissão desses baba ovo
deixa que eu mermo me movo, corvo, sai voado pra lá
sente o peso dos moleque novo, cala a boca e vai trabalhar!

(Refrão)

Não se limite não, não se limite em vão
não se limite, o céu não é o limite!
Não se limite não, não se limite em vão
não se limite
"sente o peso dos moleque novo, cala a boca e vai trabalhar! "


(Verso 2 Devil)

Mandei bala, e assim o verso rasgou o céu
Falei Nema, me dá caneta e papel
que o meu lugar, é na linha de frente
Afinal, o limite ta na minha mente

então ajusta os beats pra eu partir
vou eternizar, pra não sumir
mostrar que o céu é fácil conseguir
bem vindo ao maktub que eu mesmo escrevi

dizendo que o tempo não existe
E que o mundo parou e eu desci
a vida é muito curta pra ser triste
a mente voa é só se permitir

mas quer limitar? vai se foder pra lá
nada vai nós parar, já compus a vitória
se quer tentar, aconselho a lutar
uni versos rapá, isso sim é a glória

Flow Tenso tá no pente à milhão
o céu pode existir, mas seu limite não
não escrevo em vão, posso até morrer
mas dou vida a poesia que dá vida ao seu viver!

(Verso 3 Jonsu)

Na verdade faço rima porque rima é emoção
totalmente conectado com as vozes do coração
com tudo o momento se dá segmento, siga sempre o que for bom
atitude, então mude, pegue o sujo e faça um som!

arcaicos nessa vida observando cada passo
se é bom ou se é ruim, escolhas eu mesmo que faço
minha estrada é longa, caminho sem pensar
atitudes sinceras me ensinaram a voar

prezo pela vida a cada batida
se mata e se morre não tem mais saída
não sara a ferida e nunca cicatriza
o que é verdade se a vida é mentira?

foco altas horas no corre é seu ato
se fosse por mim eu morava no mato
acampava alguns dias, não me preocupava
a vida corrida se torna tão chata

ah, como é bom deixar rolar
a mente em evolução nunca vai se deteriorar
o que acontece hoje em dia tá dificil de acreditar
por isso minha alegria é poder criar e imaginar

solta o preso delegado, seu tempo tá esgotado
na metade do giro da Terra o que tu faz é contabilizado
tudo teleguiado e dominado
mas busco evolução em lugares inabitados

porque a corrida é contra a loucura fazendo arte improvisando
cercado da tela sangrenta eles detonam os humanos, desumanos
pronto pra sugar o planeta e causar danos
to me abstendo de treta!

(Refrão)

Não se limite não, não se limite em vão
não se limite, o céu não é o limite!
Não se limite não, não se limite em vão
não se limite, o céu não é o limite!

Compositor: Bruno Bck, Alexandre Devil e Jonsu Rasta

Letra enviada por FLOW TENSO

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Flow Tenso no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS