• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    FOI NUMA PÉTALA
    ARRANCADA DE UMA FLOR
    QUE ESCREVI
    OS VERSOS DO MEU CORAÇÃO
    OLHANDO PRA CALIGRAFIA QUE FICOU
    LEMBREI DO TEMPO
    QUE PASSEI NO MEU SERTÃO
    E NA LEMBRANÇA
    DOS CAMINHOS QUE VIVI
    PASSEI BATIDO
    NAUFRAGUEI NA ILUSÃO
    FOI RELEMBRANDO
    O MEU PASSADO QUE EU SENTI
    O TEMPO TODO
    QUE EU NÃO VIA UMA RAZÃO
    TODA A MINHA VIDA
    TODOS SÓ CAMINHOS
    NÃO QUERIAM DAR EM NADA
    E HOJE TRAGO DENTRO DO MEU PEITO
    TODA ESSA VONTADE DE CANTAR
    EU NÃO SEI PORQUE
    NEM PORQUE SERÁ
    DESDE O TEMPO DE MENINO
    LUTO PRA VIVER
    VIVO PRA LUTAR
    VOU SEGUINDO O MEU DESTINO

    E COMECEI A CANTAR XOTE
    E A RODAR PELO PAÍS
    ACOMPANHADO DO MEU FOLE
    FOI TUDO O QUE EU SEMPRE QUIS
    E HOJE CANTO O MEU NORDESTE
    E VIVO LEVANTANDO PÓ
    FALE QUEM QUISER
    EU NÃO FICO SÓ
    TÔ COM MEU FORRÓ

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Flávio José
    Escute Também

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.