Mergulho

Filipe Catto

Entre Cabelos, Olhos e Furacões


Por isso tome fôlego
Que eu vou até o fundo do que posso
Por isso tome fôlego
Que eu vou até o fundo do que posso
Por isso tome fôlego
Que eu vou até o fundo do que posso
Por isso tome fôlego
Que eu vou até o fundo do que posso

Posso bem menos do que imaginas
Posso bem mais do que pensei
Se a superfície é cristalina
Só mergulhando eu sairei

Por isso tome fôlego
Que eu vou até o fundo do que posso
Por isso tome fôlego
Que eu vou até o fundo do que posso
Por isso tome fôlego
Que eu vou até o fundo do que posso
Por isso tome fôlego
Que eu vou até o fundo do que posso

Posso aprender, a vida ensina
Posso ensinar, aprenderei
Posso enfrentar, a minha sina
Posso ter medo, mas te amarei

Por isso tome fôlego
Que eu vou até o fundo do que posso
Por isso tome fôlego
Que eu vou até o fundo do que posso
Por isso tome fôlego
Que eu vou até o fundo do que posso
Por isso tome fôlego
Que eu vou até o fundo do que posso

Por isso tome fôlego
Que eu vou até o fundo do que posso

Posso aprender, a vida ensina
Posso ensinar, aprenderei
Posso enfrentar, a minha sina
Posso ter medo, mas te amarei

Por isso tome fôlego
Que eu vou até o fundo do que posso
Por isso tome fôlego
Que eu vou até o fundo do que posso
Por isso tome fôlego
Que eu vou até o fundo do que posso
Por isso tome fôlego
Que eu vou até o fundo do que posso

Compositor: Alzira Espíndola

Letra enviada por Moisés Fernandes

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Filipe Catto no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS