Livre

Fernando e Sorocaba

Homens e Anjos


Vamos girar, girar
Até o dia clarear
A vida é muito curta
Não vou parar
Aumente o som da camionete
Põe no doze sem ter dó
Toca um tião carreiro ou Chitãozinho e Xororó
Sou metade santo outra metade malandragem
Estiloso na fazenda e selvagem na cidade
Esse é meu jeito e ninguém consegue me mudar
Acordo em um canto
E vou dormir noutro lugar

Livre
É o meu jeito de ser
Nasci e fui criado
Desse jeito meio louco
Imperfeito não queira entender
Livre
É o meu jeito de amar
Eu quero ser sua liberdade
O seu segredo mais selvagem
Quem te faz sonhar

Vamos girar, girar abra as asas pra voar
Não existem limites em se entregar
Eu acelero na balada
E no meu rancho encontro a paz
Não perco tempo pra dormir
Eu quero é mais
Desligo o celular e ouço a voz do coração
Eu quero ouvir mais sim e menos não
Esse é o meu jeito e ninguém consegue me mudar
Acordo eu um canto
E vou dormir noutro lugar

Livre
É o meu jeito de ser
Nasci e fui criado
Desse jeito meio louco
Imperfeito não queira entender
Livre
É o meu jeito de amar
Eu quero ser sua liberdade
O seu segredo mais selvagem
Quem te faz sonhar

Livre
É o meu jeito de ser
Nasci e fui criado
Desse jeito meio louco
Imperfeito
Livre
É o meu jeito de amar
Eu quero ser sua liberdade
O seu segredo mais selvagem
Quem te faz sonhar

Compositor: Sorocaba

Letra enviada por jackeline

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Fernando e Sorocaba no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS