Liberta-me

Fernanda Brum

Liberta-me - Ao Vivo em Recife


Me condenaram a uma vida amarga
Me amarraram pra eu não prosperar
Rasgaram meus sonhos, o meu ministério
Cortaram minhas asas pra eu não mais voar

Mas eu clamei ao Deus dos céus
Ele ouviu o meu clamor

Liberta-me, liberta-me
Liberta-me, liberta-me

Do fogo do Egito, da escravidão
Do frio, do medo, dessa Escuridão
Da Mentira, do roubo, de altares pagãos
Liberta-me Cristo com a Tua unção

Mas eu clamei ao Deus dos céus
Ele ouviu o meu clamor

Liberta-me, liberta-me
Liberta-me, liberta-me

Do fogo do Egito, da escravidão
Do frio, do medo, dessa Escuridão
Da Mentira, do roubo, de altares pagãos
Liberta-me Cristo com a Tua unção

¨Oh,seja liberto agora pelo poder do sangue de Jesus
Que se rompam as suas cadeias de enfermidades
Do alto da cabeça ate a planta dos pés
O poder do espírito Santo arrebenta teus grilhões, agora

Liberta-me, liberta-me
Liberta-me, liberta-me

Do fogo do Egito, da escravidão
Do frio, do medo, dessa Escuridão
Da Mentira, do roubo, de altares pagãos
Liberta-me Cristo com a Tua unção

Compositor: Fernanda Brum, Arianne

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Fernanda Brum no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS