Eldanie Uelle (tradução)

Fairyland


Era uma vez, no frio deserto branco


E um lugar que ela poderia chamar dela mesmo

Vieram então a escuridão, medo, queixa, e ódio

Das mãos dos Deuses, se foram para sempre


O sonho de um homem, e os susurros das lágrimas

todos se foram com o vento

Noite preta infinita, nas sombras do inferno

O temível disco estêve diante do sol

Então as luzes de seu Deus Pai não brilharam sobre sua terra

No seu castelo de gelo ela jurou por vingança


Distante ao norte, a chamada da retaliação

Abra, largamente os portões de Havenrod


Solan chamou a ajuda do mesmo

sobre o gelo onde as brancas montanhas se encontram

O que será do futuro, nas sombras de uma palavra?

Para ser uma rainha: um juramento sobre a espada

E um conto

E o conto contiunua...


O fantasma de uma palavra, uma promessa não dita um susurro distante

Por indefesa nós deixamos nossos lares para trás

E para nosso destino, nós seguiremos

As nuvens negras estão longe e no entando eu estou tão frio

parace que nós alcançamos o fim do mundo


Para o crepúsculo nós tomaremos nossas espadas

e para Eldergrave nós lutaremos da nossa maneira

Nossos pais e irmãos

morreram em vão

mas este é nosso juramento: nós começaremos nossa vingança


































Eldanie Uelle


Once was a time, in the white desert cold

And a place she could call her own

Then came the darkness, fear, grievance and hate

From the hands of Gods, it's gone forever now


The dream of a man, and whisper of tears

all gone with the wind

Black endless night, in the shadows of hell

The fearful disk stood before the sun

so the lights of her father God shined no upon her land

In her castle of frost she swore for revenge


(Bridge)


Far to the north, the call of retaliation

Open up, wide the gates of Havenrod


(Chorus)


Solan has called the help of the one

over the frost where the white mountains lie

What will futur be, in the shadows of a word?

To be a queen: an oath upon the sword

And a tale...

And the tale carries on


The ghost of a word, a promise unsaid a whisper away

For the helpless we left our homes behind

And to our destiny, we carry one

The dark clouds are far and yet I'm so cold

it seems that we've reached the end of the world


(Bridge)


Far to the north, the call of retaliation

Open up, wide the gates of Havenrod


(Chorus)


Solan has called the help of the one

over the frost where the white mountains lie

What will futur be, in the shadows of a word?

To be a queen: an oath upon the sword

And a tale...

And the tale carries on


For the twilight we'll take our swords

and to Eldergrave we'll fight our way

Our fathers and brothers

are dying in vain

but this is our oath: we'll get our revenge


(Bridge)


Far to the north, the call of retaliation

Open up, wide the gates of Havenrod


(Chorus)


(2x)

Solan has called the help of the one

over the frost where the white mountains lie

What will futur be, in the shadows of a world?

To be a queen: an oath upon the sword

and a tale...

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS