Página inicial > Hip Hop > F > Facção Central > Quando É Que Vão Olhar Pro Inferno

Quando É Que Vão Olhar Pro Inferno

Facção Central

Versos Sangrentos


EU SEI QUE AQUI NÓS ESTAMOS ESQUECIDOS;
EU SEI QUE O INFERNO É AONDE EU VIVO;
ME PASSAPORTE PRO CEMITÉRIO TEM VISTO;
É SÓ PARAR NA FILA E ESPERAR HOMICÍDIO;
QUE VENHA O OITÃO DA PM OU UMA DOZE ENGATILHADA;
SETE PALMOS, PT CARREGADA;
CONTAGEM REGRESSIVA, O TAMBOR GIRA;
JESUS NUM BLAZER CINZA;
PENA DE MORTE SÓ EXTERMINA POBRE;
PRA LADRÃO DE GRAVATA NÃO TEM REVÓLVER;
COROA DE FLOR NEM ENDEREÇO CERTOS;
O FAVELADO DESEMPREGADO ANALFABETO;
CADA PALMO DE FAVELA UM TIRO, UM FINADO;
CADA FAMÍLIA REVOLTA, UM SONHO METRALHADO;
NO ESGOTO Á CÉU ABERTO DESCE UM RIO DE SANGUE;
INCENTIVO NA CINTA, A ÚNICA CHANCE;
CADA ENTERRO UM MOTIVO IGUAL AO OUTRO;
CORRERIA, COCAÍNA, MAIS UM FULANO MORTO;
É SEM FUTURO, SEM CHANCE PRA NOSSA GENTE;
AQUI É TIRO, REVÓLVER, INFELIZMENTE;
EU TO Á PAMPA DE DESTAQUE E SALDO NEGATIVO;
PRIMEIRA PÁGINA, DUM-DUM MORREU TROCANDO TIRO;
NÃO QUERO POR NO PEITO DO GAMBÉ MEDALHA;
PROMOVER POLÍCIA, PROMOVER CANALHA;
MIGALHA, VELÓRIO, HÁ, DETENÇÃO;
QUANDO EU ABRO A CABEÇA DO BOY SEM COMPAIXÃO;
DESCARREGANDO O TAMBOR DO MEU OITÃO;
AÍ SIM OS FILHOS DA PUTA OLHAM PRO INFERNO LADRÃO.

(4X) O INFERNO É TÃO PERTO QUE NÃO DÁ PRA ESCAPAR.

MOVIMENTO INTENSO NO IML DE SÃO PAULO;
CADÁVERES NO CHÃO, VÁRIOS FINADOS;
O PAÍS DO FUTEBOL MARCOU UM GOL DE PLACA;
111 Á 0 HÁ QUE GOLEADA;
MAS QUE PORRA DE PAÍS É ESSE;
QUE MATA, PRENDE, AS VÍTIMAS DE SEU DESENTERESSE;
ATRÁS DAS GRADES MILHARES DE MANOS MOROU;
MAS SÃO OS MANOS DA FAVELA QUE NINGUÉM OLHOU;
ALI TA PRESO UM MOLEQUE SEM ENSINO DIGNO;
UM MANO QUE NÃO TEVE UM EMPREGO NO MÍNIMO;
CANSEI DE VER A CONSEQÜÊNCIA DO ESQUECIMENTO;
MISÉRIA, OITÃO, SEPULTAMENTO;
E QUANTOS E QUANTOS VIRARAM DETENTOS;
E HOJE AS CRIANÇAS SEGUINDO O EXEMPLO;
ESSE É O PAÍS QUE QUEREM QUE EU CANTE O HINO;
MAS NO CAIXÃO NÃO EXISTE PATRIOTISMO;
O CRISTO REDENTOS TA NO LUGAR ERRADO;
SANTO NÃO É NO INFERNO, É DO OUTRO LADO;
NÃO É DO LADO DO CRACK E NEM DA COCAÍNA;
TEM NA TERRA DO TRÁFICO NEM PERTO DA POLÍCIA;
EXISTE UMA PAR DE MANO SE ARMANDO, PODE ACREDITAR;
UMA PAR DE MANO SE MATANDO RA-TÁ;
TÃO CRIANDO UM NINHO DE COBRA;
PEDINDO TRETA, TIRO NAS COSTAS;
ENQUANTO SOMOS VÍTIMAS TUDO CERTO;
SE METO OS CANOS, BEM VINDO AO CEMITÉRIO;
SEM ESTRUTURA, SEM O ENSINO, SEM O CAMINHO;
ESCOLA DESQUALIFICADA NÃO É INCENTIVO;
PRA TER RETORNO DA RECEITA É ESSENCIAL;
DESCASO PLANTADO É COLHEITA LETAL;
É VÍTIMA SANGRANDO NO CARRO IMPORTADO;
É FILHA ASSASSINADA, É FILHO SEQÜESTRADO.

(4X) O INFERNO É TÃO PERTO QUE NÃO DÁ PRA ESCAPAR.

Compositor: Eduardo e Dudum

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Facção Central no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS