Página inicial > Hip Hop > F > Facção Central > O Poder Que Eu Não Quero

O Poder Que Eu Não Quero

Facção Central

Direto Do Campo De Extermínio


Facção central
O poder que eu não quero


Não vou ser o juiz que decide quem fica vivo desse
tipo de poder cuzão eu não preciso
Reservam pra mim só um caminho pro status o do refém
em pânico encharcado de álcool
Quero fugir do desastre arquitetônico só que a rossi
não dá visto pra avião super sônico
Cansei de ver mano feliz orgulhoso com seu bra nilvega
ponto 50 novo
Condecorado com tatuagem no braço simbolizando o gambé
que ficou em pedaços
Mãos pro alto não é o Maximo que eu posso chegar deixa
o astro milionário dar asas pra eu voar
Sala de chat intercambio em nova Jersey o Chiquinho
Escarpa Junior ta pronto pra se chefe
Com doze anos adesivos de cem países na mochila igual
ao papa falando mais de sessenta línguas
Pra mim não dão land rover pra fazer off road a
aventura é pular muro e buscar o rango de hoje
Pra que limusine no crime se no final do filme o laudo aponta no meu crânio seis balas de rifle
Vaca enfia no cu sua bolsa seu colar não vai se
masturbar gozar vendo o pm me matar
Os moleques só precisam de um exemplo de gloria ver um
da favela vencendo sem pistola

refrão: não quero o poder que o sistema oferece
através do refém cusão fazendo presse
quero nome na calçada da fama sem morte ser exemplo de
vitória sem fuzil no carro forte (2x).

Presidente põe a primeira dama no puteiro mesmo com
mil clientes vai ter nojo do dinheiro
Nota suja com lagrima fruto de dor não tem valor é
conquista sem sabor
Quem não preferia sem velório comprar um carro com
computador de bordo
Pedir pro corretor a conta pra depositar pra amanhã eu
pegar a chave do ap de vista pro mar
Queria minha filha na montanha russa sem lembrar do
grito de dor de nenhum filho da puta
Também sonho com o mundo sem grade sem lança sem miolo
de segurança perto das crianças
Imagino o sorriso do tio mais humilde trocando
maderite por uma goma estilo alphaville
Tendo cep endereço pra nunca mas no crediário ser
discriminado porque é favelado
O cu critica mas insiste em acabar de fau quem de
quintal tem esgoto com porco tipo curral
A criança que não anda só tem um problema não ingere
carne nem leite desnutrição extrema
Barrigudo, inchado só pro sistema é saudável com o
sistema neurológico afetado é robô pra ser dominado
Na certa não almejar cargo político mas vai mandar
fita de vídeo torturando seu filho

refrão: não quero o poder que o sistema oferece
através do refém cusão fazendo presse
quero nome na calçada da fama sem morte ser exemplo de
vitória sem fuzil no carro forte (2x).

Igual o zico driblei todos os convites hoje era pra
eu ta fazendo atentado com dinamite
Explodindo o fórum matando promotor lançando um Best
Seler as mil faces da dor
Eu disse não pro magnético com senha com tudo era só
por o clone digitar pra ter o lucro
Pensei no carrinho lotado no Extra também no diabo
rindo com buracos na minha testa
Vejo os manos oferecer tv computador da carga que
catou e o satélite não rastreou
Pentium laptop sony vega fhilco plasma plaque de nota bala mas
no fim sei como acaba .
ganhei outra carta da cadeia em tom de despedida indo
pro saco envenenado porque matou policia
no gabinete do político tem seu boneco igual ritual
vudu enfia agulha e bate o prego
te faz ir pro aero porto buscar sua chance engolir
droga e na Europa tomar laxante
é um 147 um carro forte com grana só de bazuca assina
o nome na calçada da fama
engaveta seu sonho de gerente contábil não tem
carteira pra você estudar sentado
meu povo quer cargo político poder aquisitivo não quer
estatus com sangue de rico

refrão: não quero o poder que o sistema oferece
através do refém cusão fazendo presse
quero nome na calçada da fama sem morte ser exemplo de
vitória sem fuzil no carro forte (4x).

Compositor: Eduardo

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Facção Central no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS