Voltar

Padre Fábio de Melo

Filho do Céu


Nem sei se tens um tempo pra me ouvir
prometo ser breve
Confesso que ao te ver não resisti
E assim cheguei perto

Há muito gostaria de falar
Que eu sinto sua falta
Que a tua ausencia não, não preenchi
Espero tua volta

É que quando a gente ama de verdade
Coração não se acostuma à solidão
Ele insiste e nunca desiste de ver
Quem ama retornar

Esquece o que passou
Há sempre um motivo escondido
Na vida capaz de lembrar
Que ainda estou aqui, a porta entreaberta
A saudade secreta
A esperança no olhar
Guardei o teu lugar
A mesa está posta, o amor é a resposta
Eu não canso de esperar

Só te peço não desista dos teus sonhos
Nem esqueças de cuidar do coração
Que ninguem o profane
Difame ou esqueça o seu valor

Há um jeito estranho de perder
O rumo da vida
Deixando os inimigos se alojarem
No fundo da alma

Aqueles que não querem o meu bem
Sequestram meus sonhos
De minhas ilusões me faz refem
E assombram minha estrada

É por isso que hoje venho em tua casa
pra falar que não precisa ser assim
Sou teu Deus, sou teu Pai, sou teu Mestre
E hoje quero te dizer:

Esquece o que passou...

Esqueça o que passou
Há sempre um motivo escondido
Na vida capaz de lembrar
Que ainda estás aqui, a porta entreaberta,
A saudade secreta,
A esperança no olhar
Guardaste o meu lugar
A mesa está posta, o amor é a resposta
E não te cansas de esperar

Não sei se tens um tempo pra me ouvir

Compositor: Pe. Fábio de Melo, SCJ

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Padre Fábio de Melo no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS