G

Ezequiels


Na verdade eu já contei demais nos dedos,
E viver de pesadelos, pra depois fantasiar,
Nunca fui, nunca fui o teu espelho,
Mas eu fico de joelhos em um perdão particular,
Eu me vejo na pior de toda hipótese,
Escondendo até a morte o que um homem satisfaz,
Ponto g que a mim já importava,
Eu vou dormir de madrugada, já não quero acordar mais

Me arrependo ao dizer vá-te a merda,
Pois dóI e você brinca mais,
Eu repouso em um sono de alerta,
Satisfeito eu não vou ser nunca mais...

Eu não durmo muito menos acordo,
Bebo sangue, imploro alguns dias á mais,
Fico atento, eu fico com sono,
E o eterno abandono até cair pra trás,
Eu não sou do mundo dos espertos,
Mas o meu peito aberto ao que um homem necessita,
Diferente de toda essa gente
Que é feia a bessa e se acha bonita...

(refrão)

Mas eu quero você, mas eu quero você o meu ponto g.

Compositor: Marcos Pagu

Letra enviada por Marcos Pagu

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Ezequiels no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS