Página inicial > E > Ezequiels > Carta de Alforria II

Carta de Alforria II

Ezequiels


Dancei feito louco,
Ao som que imaginava,
Olhei as paredes e vi que estava só,

Sonhei tantas vezes,
Mais um não tem problema,
É só mais uma vez que vejo que estou só,
Que estou louco...

Ref:
Quem diria que um dia,
Mais um louco eu seria,
Pedindo a deus a carta de alforria,
Quem diria que um dia,
Feito cego me apaixonaria,
Por um coração que nem sequer sabe da minha existência.

Dancei feito peixe,
Sozinho mar a dentro,
Olhei para o escuro e lá é meu lugar,

Dancei feito diabo queimando no inferno,
Rezando aos condenados,
Se é pra viver assim, é melhor eu ir...

(refrão)
Quem diria que um dia,
Mais um louco eu seria,
Pedindo a deus a carta de alforria,
Quem diria que um dia,
Feito cego me apaixonaria,
Por um coração que nem sequer sabe da minha existência

Mais do que eu, eu quero você,
Sonhar todo dia me aprisionando ao que não quero ver,
distancio-me...

(refrão)
Quem diria que um dia,
Mais um louco eu seria,
Pedindo a deus a carta de alforria,
Quem diria que um dia,
Feito cego me apaixonaria,
Por um coração que nem sequer sabe da minha existência

Compositor: Marcos Pagu

Letra enviada por Marcos Pagu

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Ezequiels no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS