Página inicial > E > Experimento 20 > Olhos Vendados

Olhos Vendados

Experimento 20


Não vai mudar a cena no asfalto
Enquanto o governo empilha corpo
Como degrau para subir mais alto
Enquanto tiver gang, enquanto tiver bang bang
Dinheiro público sujo de sangue
Nóis tá ligado que a vida é um bumerangue
Nóis tamo na merda agora
Comendo arroz, empanado e tang
Comendo arroz, empanado e tang
Tá punk, os puto na gringa fumando kank
Então, irmão, partiu revolução!
Vamos ver quantos sobram quando acabar a munição
Fazer acontecer pra mudar a história
Pois sem guerra não existe vitória
Não tem partido, nem aliado
Tem bala no pente
E quando acaba eles vêm pro nosso lado
Pra aprender, pra crescer, pra buscar a glória
Esquecer o que ficou na memória
Pode gastar todas que tem no pente, porra!
Porque ainda sobra muita gente, corra!
Porque agora é o grito da masmorra!
Esqueceu da minha gente, então, agora morra!

É nóis! é nóis! é nóis!
É nóis que manda nessa porra!
É nóis! é nóis! é nóis!
É nóis que manda nessa porra!
É nóis! é nóis! é nóis!
É nóis que manda nessa porra!
É nóis! é nóis! é nóis!
Filha da puta, é nóis!

Por mais que olhem, não conseguem ver
Escondem a verdade de você
Olhos vendados pra sobreviver
Tá na sua frente
Não abra os olhos, abra a mente
Mesmo vendado, você vai enxergar
Temos as armas, só falta lutar
Brasil em chamas vai sinalizar
Então sai da frente
Que eu vim buscar o que é da gente!

Mais um pedestre em meio a vermes da malásia
Vida terrestre, onde a verdade causa náusea
Pausa pro almoço, putas no plaza
Onde as pessoas deixam a honestidade em casa
Mas nem todos dependem da conduta
Entender não é difícil
Se nasceu pra ser filha da puta ou maurício
Sempre será filha da puta, mano
E não importa o teu ofício
Abra os olhos e assista você sendo coagido
Se sonegar, é foragido
É só mandar virar bandido, mas não vai negar
Nesse lugar é tudo invertido
Eles dizem: esquece, sente o clima
Verão, mulher seminua e droga em cada esquina
Situação tá crítica
Tudo que você consome é droga
Porém, não é ilícita
Queima de arquivo de guerreiro
Eu vejo desde menino
Mais brutal que filme do tarantino
Droga, morte e pânico
A ignorância mata mais
Do que a porra do estado islâmico!

Por mais que olhem, não conseguem ver
Escondem a verdade de você
Olhos vendados pra sobreviver
Tá na sua frente
Não abra os olhos, abra a mente
Mesmo vendado, você vai enxergar
Temos as armas, só falta lutar
Brasil em chamas vai sinalizar
Então sai da frente
Que eu vim buscar o que é da gente!

É nóis! é nóis! é nóis!
É nóis que manda nessa porra!
É nóis! é nóis! é nóis!
É nóis que manda nessa porra!
É nóis! é nóis! é nóis!
É nóis que manda nessa porra!
É nóis! é nóis! é nóis!
Filha da puta, é nóis!

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Experimento 20 no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS