Página inicial > Sertanejo > E > Evandro e Henrique > Ninguém É de Ninguém

Ninguém É de Ninguém

Evandro e Henrique


Ninguém é de ninguém
tô chegando na balada pra zoar e beijar
tô solteiro, tô facinho, quero festa e paquerar
E no fim da balada, paragada, paragada, paragada.

Não quero endereço, msn e nem orkut ou seu celular
Não adianta nem ligar, eu tô de boa
Há muito tempo fui de alguém que não soube me
valorizar
Agora eu não sou de ninguém, só quero festa e
paquerar

Por que?
Ninguém é de ninguém
tô chegando na balada pra zoar e beijar
tô solteiro, tô facinho, quero festa e paquerar
E no fim da balada, paragada, paragada, paragada.


by: syl guarneri(:

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Evandro e Henrique no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS