Cidadão

Eudes Chang Emcee


A vida não é só alegria
Mas do céu vem o apoio
Graças à deus
Vencemos a luta
Mas a guerra ainda não acabou
Então respira guerreiro... respira, vai
E a luta continua

[verso um]
Realidade
Para o homem é o que está no presente
Questão de caráter
Não é o que ele vê e o que sente
E sim no que faz e entende
Nunca se rende
À vermes que afetam sua mente
Sociedade burguesa é que quer
Que ele perca seu princípio e toda sua fé
Que esqueça dos seus filhos
E sua mulher
Rastejando e mendigando
Como um qualquer
Desafio eterno
Para todo homem
Lutar uma vida inteira a defender um sobrenome
E viver sua história correndo de outros homens
E batalhando para que lembrem do seu próprio nome
Então no gueto
Eu olho na janela e vejo
O povo unido, em um só sentido
Em um só desejo
Independente de cultura
Raça, escolaridade
Se é branco, se é mestiço
Índio ou negro
A união
É o que move a comunidade
Os mais velhos ensinam
Toda sua aprendizagem
Deus dá talento e força
Cabe a nós
Evoluir e buscar superioridade
Hipocrisia
Seria se eu falasse
Que o gueto é um paraíso
E aqui existe só bondade
Omitindo
Todo o excesso de maldade
Que vem por parte da ação da criminalidade
Efetiva
É a conta no final do mês
Trem cheio
Mochila
Marmita
Quatro folgas no mês
Família
Dívidas
Salário, eu sei
Trabalhar essa é a luta
Essa é sua lei, amém!
Alegria
De pobre dura pouco
Trabalha para o rico com entusiasmo
E passa sufoco
Se janta hoje
Saboreia com vontade
Porque amanhã não sabe
Se haverá almoço
Caminhando
Sem objetivo concreto
Eu imagino aonde está
A ordem e o progresso
Consciência
É tudo que eu peço
Fama é relativa
E status é para suprir o nosso próprio ego
Soberba
Para os loucos é ação de um excesso
Simplesmente para mim
É a razão de um regresso
Um fator
Um defeito
Um efeito
Um cálculo
Um erro
De todo um processo

[refrão]
Não desista irmão
Esta é sua missão
Você é cidadão
Luta com o coração
Cidadão

[verso dois]
Prioridade
Poder representar a favela
Mostrando a verdade
De todos que convivem com ela
Um salve
As famílias, aos guerreiros da terra
Que sofrem
Que lutam e que morrem por ela
Criança aprende
Aquilo que nós ensinamos
Educação
Somente na escola encontramos
Resultado
E isso que se colhe plantando
Dignidade
É a razão que estamos lutando
Saúde
Uma carta fora do baralho
Ação remota, simplesmente de um governo falho
E idiota
Ação de um ministério fraco
Hospitais são lixo
E mal organizados
Trabalhador
É muito mal remunerado
Contribuinte do estado
Assalariado
Mais um número ativo e aflito que sonha
65 De idade ser aposentado
Evolução
Esperança é a última que morre
Para quem é pobre
Não vive com ajuda de nobre
Satisfeito, orgulhoso
Com sorriso no rosto
Mesmo cansado
Encara o trabalho por hobby
Essa é a vida do pobre
Vida de quem não vive em shopping
Um valor
Um meio
Um receio
Um fardo
De quem um futuro descobre

[refrão]
Não desista irmão
Esta é sua missão
Você é cidadão
Luta com o coração
Cidadão

Letra enviada por Eudes

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Eudes Chang Emcee no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS