Página inicial > Metal > E > Eu Acuso! > Marcha Dos Patifes

Marcha Dos Patifes

Eu Acuso!

Síndrome de Estocolmo


Caminhamos pro abismo do fascismo ungido
Por Jesus e seus mitos
Os pastores bandidos, pentecostes fudidos
Da igreja e seus ritos
De dinheiro e poder

Caminhamos pro abismo diabólicos filhos
De um tempo de espinhos
Carregando o castigo pelos crimes antigos
De olhar só pro umbigo
Por dinheiro e poder

Essa falsa moral é racismo
Teu discurso de ódio é um circo
Teu sistema corrupto e promíscuo
Contra isso eu vomito o meu grito
(e repito)

Caminhamos pro abismo ignorando o perigo
De que o nosso inimigo
Camuflado patrício, traidor ilegítimo
Vendilhão constantino
Por dinheiro e poder

Caminhamos pro abismo o destino assassino
Enjaular os meninos
Educar nos presídios, garantir subsídios
Aos políticos malditos
Que só querem dinheiro e poder

E o dinheiro da cia irrigando
As ricas barrigas
E as narinas cheias de cocaína de uma nave
Que não é de ninguém
E as panelas mesquinhas, as cabeças vazias
As mentiras servidas
A miséria sentida, a favela invadida pela paz
Da cidade partida

A manchete convida as milícias de verde oliva
A seguirem as sevícias
As madames bolsistas exigindo
Seu lugar na pista
Destruindo conquistas
Caçadores de bichas
Monarquistas nazistas
Patifes tirando selfies sobre um cadáver
Chamado democracia

Essa falsa moral é racismo
Teu discurso de ódio é um circo
Teu sistema corrupto e promíscuo
Contra isso eu vomito o meu grito
(e repito)

Letra enviada por Eu Acuso

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Eu Acuso! no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS