Grand Monde

Erva Daninha


Grand Monde,Grand Monde,
Grand Monde, Baby Grand Monde

A indecência arreganhada nas calçadas,
Home page da triste realidade urbana,
E os meninos gritam:Viva!...
Viva a vida!

Domingo tem passeio e nas janelas,
As ruas vomitando misérias,
Tenebrosos arranha-céus,
Embaçam nossas "lindas favelas!"

Pra falar com "Deus" digite "céu" aperte "enter"
O lixo, o lixo, o mito, o homem intruso do seu
próprio ventre
Partos, partos, o óbvio, o óbito, mendigos viciados
pela fome
E as balas que se perdem, infeliz de quem as
acham
De quem as consomem

Igrejas pra descrentes, shoppings de fiéis,
Ainda bem que criamos um "Deus" pra nos
perdoar

Grand Monde, Grand Monde....

Compositor: Mozart Machado/roberta Lee Lino

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Erva Daninha no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS