Página inicial > Regional > E > Érlon Péricles > Relíquia de Um Fronteiriço

Relíquia de Um Fronteiriço

Érlon Péricles


Tento forte bem sovado
Desquinado couro cru
Maneando as abas do basto
Velho e bueno paysandu

No xucro ritual campeiro
Domas, tropas, campereadas
Moldou-se o quatro cabeças
Ao longo da cavalhada

Lume a placa na estriveira
Com três frisos em cada lado
Basteira feita a capricho
Pra o lombo não ser pisado

Teu rangido é melodia
Neste destino xirú
Relíquia de um fronteiriço
Velho basto paysandu

Acomodou-se de fato
Na rudeza do seviço
No formato encanoado
Pra o domador por ofício

Sovado a golpe e rodada
Sua serventia é eterna
Traz o recurso na alça
Se faltar força na perna.

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Érlon Péricles no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS