Erasmo Carlos

Negue

Erasmo Carlos

Mesmo que Seja Eu (Box com os discos dos anos 70 e 80)


O espelho da água
é claro para refletir seu ser
Cuidado com o vento
Pra sua imagem não se distorcer
Ô , Ô , Ô
Meu campo verde tem que ser
Regado por mim
A natureza quis assim
Meu travesseiro me diz:
Bicho, seja feliz
Cultive o amor até o fim
Transamos tanto lá no céu
Bebemos juntos nosso mel

Ô , Ô , Ô
Negue, negue!

Num mar de versos e poemas
Nadamos nossos próprios lemas

Ô , Ô , Ô
Negue, negue!

Nós dois, felizes habitantes
No Universo dos amantes

Ô , Ô , Ô
Negue, negue!

Já fomos vento, chuva e mais
Fomos o símbolo da paz

Ô , Ô , Ô
Negue, negue!

Com a fantasia em nossa veia
Sonhamos ser dois grãos de areia

Ô , Ô , Ô
Negue, negue!

E nessa hora que eu não sinto o chão
Quero lhe entregar meu coração

Ô , Ô , Ô
Negue, negue!

Vamos enfrentar novos perigos
Só que, agora, apenas bons amigos

Ô , Ô , Ô Negue, negue!

Composição: Roberto Carlos - Erasmo Carlos

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Erasmo Carlos no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS