Epica

Storm The Sorrow (tradução)

Epica

Requiem for the Indifferent


Combater a Tristeza


Pelo caminho eu encontrei-me

Confinado em mim mesmo

Sem lugar para qualquer outra mente

Interferir


Para compreender o significado de tudo

Para superar os meus limites

E dançar para longe de qualquer vazio ou tarefas inúteis


Só me diga por quê

Só me diga como

Eu sobreviverei desta vez


Acredite em si mesmo e olhe além

Daquilo tudo que há dentro de você

Deixe todas as suas preocupações na porta

E vá embora


Eu tentei contemplar o núcleo

Mas não pude combater a tristeza

Meu coração vazio sangrou-me até secar, deixando-me abandonado


Uma outra era

Sem nenhum vestígio

Condene-me agora

Mande-me para o inferno

Pois já estou falhando


Entrelace as linhas

que flutuam dentro da escuridão

Compreenda a dor que vivemos

Amaldiçoe a necessidade que nos envolve

Não

Nas minhas memórias

Cavarei fundo o bastante para entender

Séculos de sonhos intermináveis

Um outro eu que cedeu às lágrimas

Quando alguém havia me traído


Tempo algum deveria ser desperdiçado

Isso não é tão complicado

Você é livre para viver a sua vida a vontade

Sem nenhuma restrição


Sem se preocupar com as sombras no seu caminho

Que tentam roubar o seu sorriso

Sua luz as expulsará para longe

Seja confiante


Eu me conterei?

Eu me arrependerei?

Estará você lá?

Apague a página

Pois estou só e doente


Entrelace as linhas

que flutuam dentro da escuridão

Compreenda a dor que vivemos

Amaldiçoe a necessidade que nos envolve

Não

Nas minhas memórias

Cavarei fundo o bastante para entender

Séculos de sonhos intermináveis

Um outro eu que cedeu às lágrimas

Quando alguém havia me traído


Então

Esta é minha vida

E ela não poderá me derrubar

Eu decidirei

Quem entrará

E curará minha doença


Queime-a

Nas chamas

Mate-a

e mutile

Por que você não vê que você precisa ser liberto?


Entrelace as linhas abaixo da escuridão

Cada pedaço de dor que sentimos

Cada outra vida solene

Não

Nas memórias você vai descobrir que de algum modo

Havia um sonho interminável

Sem precisar de estar sozinho


Entrelace as linhas

que flutuam dentro da escuridão

Compreenda a dor que vivemos

Amaldiçoe a necessidade que nos envolve

Não

Nas minhas memórias

Cavarei fundo o bastante para entender

Séculos de sonhos intermináveis

Um outro eu que cedeu às lágrimas

Quando alguém havia me traído

Storm The Sorrow


Along the way I find myself

To be confined within me

No place for any other's mind

To interfere


To grasp the meaning of it all

To overcome my limits

And dance away from any void and empty tasks


Just tell me why

Just tell me how

I can survive this time


Believe yourself and look away

From all that's right within you

Leave all your worries at the door

And drift away


I've tried to peer into the core

But could not storm the sorrow

My hollow heart has bled me dry, left me to stray


Another time

Without a trace

Condemn me now

Send me to hell

For I'm already failing


Intertwine the lines

that swim beneath the dark

Realize the pain we live in

Demonize the need we reel in

No

In my memories

I'll dig deep enough to know

Centuries of dreams unending

Another me that yielded tears

When someone had betrayed


No time should ever go to waste

It's not that complicated

You're free to live your life at ease

No more restrain


No heed for shadows on your way

That try to steal your laughter

Your light will drive them all away

Be confident


Will I refrain?

Can I repent?

Will you be there?

Erase the page

For I'm alone and ailing


Intertwine the lines

that swim beneath the dark

Realize the pain we live in

Demonize the need we reel in

No

In my memories

I'll dig deep enough to know

Centuries of dreams unending

Another me that yielded tears

When someone had betrayed


So

This is my life

And it can't break me down

Go

I will decide

Who can come in

And heal my disease


Burn it

In flames

Kill it

And main

Why can't you see that you need to be freed


Intertwine the lines beneath the dark

Every bit of pain we're feeling

Every other solemn life

No

In the memories you will find somehow

There used to be a dream unending

No more need to be alone


Intertwine the lines

that swim beneath the dark

Realize the pain we live in

Demonize the need we reel in

No

In my memories

I'll dig deep enough to know

Centuries of dreams unending

Another me that yielded tears

When someone had betrayed

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS