Porão

Engenheiros do Hawaii


Numa jaula qualquer do prédio em frente ao teu
Vive a bela-fera-adormecida-mulher
Tu só pensas nela
Ela só toma sol de madrugada quando nada é imoral

Numa janela qualquer do teu zoológico moral
Vive um morto-vivo, um bom-selvagem-animal
No fundo é bom sujeito
Cumpre condicional de madrugada quando nada é ilegal

E o que se escondia no porão
Sai pelos poros pela transpiração
E lava tua alma
Lava de vulcão

Um curto-circuito no teu círculo social
Apaga toda a tua memória: black-out total
Uma porta-retratos quebrado no chão
Enterra todo o teu passado, queiras ou não

Numa vala qualquer do teu cemitério racional
Numa esquina qualquer da tua cidade natal
E é um Deus nos acuda
Ninguém te ajuda
De madrugada quando as fadas dizem: "!tchau!"

E o que se escondia no porão
Sai pelos poros pela transpiração
E lava tua alma

Lava de vulcão

O que se escondia no porão
Sai pelos poros pela transpiração
Petróleo das veias
Panela de pressão

Transborda porão!

Compositor: Humberto Gessinger/ Fernando Deluqui

Letra enviada por Helder_Supertramp

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Engenheiros do Hawaii no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS