Página inicial > E > Engels Espíritos > Mar de Brasília

Mar de Brasília

Engels Espíritos


Olhe para o céu e veja o mar azul
Olhe para o céu e sinta a imensidão azul
Veja a explosão de ondas brancas
Meus olhos se perdem em tamanha beleza

Dos quatros cantos da cidade, você vê o horizonte...
A terra que piso é da cor do meu sangue
Na mistura de um povo ,idéias e tribos
Aqui tudo é plano mas as arvores são tortas
E Deus escreveu certo no vislumbre do profeta (Dom Bosco)

Abrindo os braços e com as asas da cidade
Faço um mergulho profundo no mar de Brasília
Em um crepúsculo de um céu artista,
em um oceano que inspira.
O nosso mar é o céu, mergulhe nas nuvens,
Se perca nas cores, viaje nas luzes

Mulher, menina dos meus olhos
Suas formas voluptuosas, arte-textura de um Oscar
Passeando por suas belas curvas,
Pistas que aceleram o meu coração
Menina, mulher do meu país, faz o meu povo decolar
Você é um avião !
Cai a noite, um oceano de estrelas
A lua cheia no lago é a nossa sereia
Vivemos como poucos, místicos, poetas e loucos
Buscando nas festas, a diversão de suas noites perfeitas
E o céu na tormenta das luzes é o astro que nasce

Abrindo os braços e com as asas da cidade
Faço um mergulho profundo no mar de Brasília
Em um crepúsculo de um céu artista
Em um oceano que inspira, o nosso mar é o céu,
Mergulhe nas nuvens, se perca nas cores, viaje nas luzes

Letra enviada por Rodrigo159

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Engels Espíritos no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS