Página inicial > E > Empate > Sexta-Feira

Sexta-Feira

Empate


Não, não vou
Ficar nesse tédio
Vou viajar pra bem longe dos prédios
Pra ver o mar
E pensar no que me restou

Não, não vou
Ficar nesse tédio
Vou viajar pra bem longe dos prédios
Pra ver o mar
E pensar no que me restou

Todos os dias Eu acordo as 6h
Pra me lembrar que não sou burguês
Ir pro trabalho, todo enlatado
E curtir a não fluidez

É, tão triste ver o sol
E todas as suas cores se perder
Ao refletir pelas janelas
E os rostos pálidos acender

Mas hoje é o dia de nossa fuga
O indulto infinito do viver

Mais algumas horas a mais
Para todos aqueles que vão se perder

Analistas, escravos, advogados
Lojistas, bancários, estagiários
Todos a espera do sol se por

E assim a vida começa
Mas termina segunda as 6h

Não, não vou
Ficar nesse tédio
Vou viajar pra bem longe dos prédios
Pra ver o mar
E pensar no que me restou

Compositor: Cassio Silva

Letra enviada por Banda Empate

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Empate no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS