L'amore Non Mi Basta (tradução)

Emma Marrone

E Live


O amor não é suficiente


Se houvesse instruções

Para explicar o mecanismo

O que me levou a me apresentar

Na sua casa com esta cara

Com a desculpa um pouco banal

Para recuperar roupas, livros

Um pouco da minha vida

Aquela vida de que você me privou

Aquela de que eu não me arrependo

Sendo eles uma corrente

Eu tempestade e abrigo, abrigo

Conte lentamente, muito devagar, vire-se

Olhe na cara de quem te deixa, me esqueça


Já faz muito tempo

Eu me pergunto como estamos

Nós éramos o nosso eterno

O nosso pão de todo dia

Mas farei o que é certo

Porque sou desonesta

Mas faz muito tempo que eu sinto

Que o amor não é suficiente

O amor não é suficiente


O amor não é suficiente

Se você me ama, depois passa


O que aconteceu com aquelas frases

"Estarei com você não importa o que aconteça"?

Pra que servem os cruzamentos

Se depois cada um tem o seu caminho

Minha estrada era deserta

Cruzada por derrotas

E com você aquela promessa

Que eu as evitei

Conte lentamente, muito devagar e me vire

Sangue frio

Se tem coragem, me mate


Já faz muito tempo

Eu me pergunto como estamos

Nós éramos o nosso eterno

O nosso pão de todo dia

Mas farei o que é certo

Porque sou egoísta

Mas faz muito tempo que eu sinto

Que o amor não é suficiente

O amor não é suficiente


O amor não é suficiente

Se você me ama, depois passa


Talvez este seja o sentido

Da minha vida

Talvez da dor

Será possível curar

Mas também escrever canções

Também escrever canções


Já faz muito tempo

Eu me pergunto como estamos

Nós éramos o nosso eterno

O nosso pão de todo dia

Mas farei o que é certo

Porque sou desonesta

Mas faz muito tempo que eu sinto

Que o amor não é suficiente

O amor não é suficiente

O amor não é suficiente

O amor não é suficiente


O amor não é suficiente

Terminamos ponto e chega

L'amore Non Mi Basta


Se ci fossero istruzioni

Per spiegare il meccanismo

Che mi ha spinta a presentarmi

A casa tua con questo viso

Con la scusa un po' banale

Di riprendermi vestiti, libri

Un po' della mia vita

Quella vita che mi hai tolto

Quella di cui non mi pento

Essendo loro una corrente

Io tempesta e paravento, paravento

Conta lento, molto lento, voltati

Guarda in faccia chi ti lascia, scordami


Oramai da troppo tempo

Io mi chiedo come stiamo

Eravamo il nostro eterno

Il nostro pane quotidiano

Ma farò la cosa giusta

Perché sono disonesta

Ma da troppo tempo sento

Che l'amore non mi basta

L'amore non mi basta


L'amore non mi basta

Se amarmi poi ti passa


Che ne è stato delle frasi

"Ci sarò comunque vada"?

A che servono gli incroci

Se poi ognuno ha la sua strada

La mia strada era deserta

Traversata da sconfitte

E con te quella promessa

Che le avrei evitate

Conta lento, molto lento e voltami

Sangue freddo

Se hai coraggio uccidimi


Oramai da troppo tempo

Io mi chiedo come stiamo

Eravamo il nostro eterno

Il nostro pane quotidiano

Ma farò la cosa giusta

Perché sono un'egoista

Ma da troppo tempo sento

Che l'amore non mi basta

L'amore non mi basta


L'amore non mi basta

Se amarmi poi ti passa


Forse è questo il senso

Del mio vivere

Forse dal dolore

Si potrà pure guarire

Ma anche scrivere canzoni

Anche scrivere canzoni


Oramai da troppo tempo

Io mi chiedo come stiamo

Eravamo il nostro eterno

Il nostro pane quotidiano

Ma farò la cosa giusta

Perché sono disonesta

Ma da troppo tempo sento

Che l'amore non mi basta

L'amore non mi basta

L'amore non mi basta

L'amore non mi basta


L'amore non mi basta

Finiamo punto e basta

Letra enviada por felpcnep

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS