Voltei

Emijota


Hey, 'cê' me conhece, ouviu falar?
Das calçada, não? eu vou me apresentar
Eu tô nessa desde moleque parceiro
Quando o rap Nem era considerado brasileiro
Tava lá, com os mano fechadão
Na roda de samba, mandando a improvisação
Reparando o movimento ali na contenção
Olhando as treta, os truta e os vacilão
O moleque que ganhava dos velhinhos no dominó
Apostava um refri, e só

Vendo o break, onde a calçada era pista
Andando de skate, catando as mina da lista
Cê tá ligado o cara que faz seus corre
Tipo gato observa, e da o bote
Nunca acima, nunca abaixo, pode crer?
Na altura certa pra mandar se f
Sou eu, Emijota, muito prazer!
Cansou, quer rap bom? deixa que eu vou fazer!

Eu voltei, botando banca, cheio de marra
Você fala mal de mim mas sua mina se amarra
Eu voltei, botando banca, se acostume
Quando ouve o meu som aumenta o volume

Eu sou ganancioso irmão?
Só sonho com o que é meu, tá firmão?
Eu faço isso mesmo, se for pra viver da rima
Mesmo se tiver no auge, eu quero tá mais em cima
Eu numa casona, 10 cachorro e minha mina
Sair com os manos e minha sina
Eu sonho com o futuro e tô correndo atrás
Porque a nossa história a gente que faz
Cê juga minha quebrada, cê julga o meu Cep
Tenta me julgar e te derrubo com meu Rap
Com suas atitude de palhaço vacilão
Beijou a mulher barbada e entrou na jaula do leão

Eu voltei, botando banca, cheio de marra
Você fala mal de mim mas sua mina se amarra
Eu voltei, botando banca, se acostume
Quando ouve o meu som aumenta o volume

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Emijota no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS