Sei Lá

Emicida

Pra Quem Já Mordeu Um Cachorro Por Comida, Até Que Eu Cheguei Longe...


Eu nasci pra sentir saudade, se pá, morô?
Ficar me perguntando: pô, por que que não dá?
Te ligar sem perceber, só deixar acontecer
Mas todo mundo quer prever, não quer viver
Quer contrato pra firmar futuro
Pra mim só rola se o sentimento te fizer meu porto
seguro
Sou um vadio, aí,
Mas fala que não sorri se eu ligar agora
Fala que não chorou quando me viu embora
E se eu disser que volto, você não conta as horas,
senhora?
Não pense agora nos erros que se possua
Sua boca me faz sorrir,
As outras, só ter lembranças da tua
Entre fumaça e copos, sujos como porcos
É mentira se disser que não é você que busco em outros
corpos
Pra depois vir mó deprê com o amanhã
E quer saber se consegui te esquecer?... hãn hãn

É que esses papo de amor (será?)
Que de fato compensou
Não sei só vou saber se isso passar
Sei lá..
Se Deus quiser com você vou, e vou ficar..

Vivo em madrugadas tão vazias quanto essa
Canto essa como o início da promessa
de não lembrar, não tentar procurar o que faz bem
me desligar... mas me pego pensando em quem?
o amor tem mó jeito covarde de partir
vai embora como se tivesse indo ali
deixa nós ocupado a discutir sem ter cuidado
e querer sumir calado por ver que ele virou passado
meu habitat natural é do teu lado (não)
melhor batida que já ouvi é do teu coração (não!)...
vc sabe minha cabeça é mó confusão
é como a vida: vc sente que tem, mas não tem explicação
preciso de um bar, de uma conversa boa
sei la, me apegar a outras pessoas
ou só honrar o que eu disse
e ai vc me liga e é como se mais nada existisse

refrão

Complicado bagulho de mina
Pus minha rima em segundo plano
e ela me botou lá, junto com a minha rima
Fez o tempo parecer pouco quando era inteiro
Me fez parecer louco ao tá sendo verdadeiro...
não tem motivo e nem final as discussão
aí o futuro vira interrogação
tipo efeito borboleta..
tento voltar pra consertar mas sempre dá alguma treta

Eu só queria te fazer sorrir
Ou então aprender a desistir
Sem insistir pra ser diferente
Fico aqui (aqui) porque eu quero consertar a gente
Mudando hábitos como a "woop"
Caso eu não consiga então ela des...culpe!
Esquece tudo que aconteceu!
Vai ser feliz, vai...
E se o telefone não tocar... Sou eu!

Refrão

Compositor: Emicida e Rael Da Rima

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Emicida no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS