Página inicial > Hip Hop > E > Emicida > Nova Ordem

Nova Ordem

Emicida


Projota

Olha no meu olho, veja o brilho da alma de um louco
Tensão, em meio ao lodo encontrei minha missão
Candidato a morte, por sorte o destino me disse que não
Quanto mais eu elevo minha alma mais ainda
Sinto meus pés se pregando no chão
Bandido aos olhos de um porco
Bom filho aos olhos do pai
Nas costas mochila na mente uma fila de idéias e agora
Essa vai
Ninguém me ensinou a jogar
Nem sabia o que vinha depois
Só me deram a chuteira, empurraram pro campo
E disseram: vai lá, sabe gol?
Faz dois!

Não pode pipocar, pipoca é o que mais tem, Por isso
Uns vão, Uns vem, Uns vão, Uns vem, Uns vão, Uns vem
A vida me ensinou a não temer ninguém
Vai lá pra ver com quantos MC's Construímos o bem
Salve! Nóis somos um só, vai lá
Se é sangue que eles querem então que tentem me cortar
Sonhei com uma vida melhor meu trabalho e suor
Me fazendo ganhar, Realizei só quando parei de sonhar!.

Rashid

Hey!
As ruas querem mais som
Nosso dom não pode ser secreto tipo a sociedade maçom
Se é o que ceis quer-toma entrego tipo garçom
Estorando orelhas como fez o Mike Tyson
Ou tio, rumo ao gol viu, fábrica de flow phill
Três pastores resgatando almas de quem ouviu
Verso útil quebrando tabu xiu
Ce seu gosto musical ce aprendeu vendo Raul Gil

Seu coração é seu remédio quando a vida diz tudo passarás
Lá terroristas derrubam prédios, aqui nós derrubamos mascaras
Eu grito aos quatros cantos o que meu peito me diz
Num tempo onde as bases falam mais que os MC's
A raiz não tá no chão, a raiz tá em você
Se não ensinaram o que é revolução
A prática é o melhor jeito de aprender
Olha por nóis senhor, que nóis olha por cada fan
Hoje é o dia dos de bem
Falador passa amanhã

Emicida

Moisés de force one, aliás foram quantos mares vermelhos esse mês, hã!?
Desse leis, frias, vans filosofias pontes arregaçando
Como a usina em Belo Monte
Pretos no topo sem morte ou julgamento
Era uma questão de sorte eu fiz ser uma questão de tempo
Cantei como o motor das Hornet loca
Onde paredes têm ouvido e os cotovelo tem boca
Tá tudo errado cruel, incrível, meu papel vencer invisível
Tipo salve nos nextel
Sem pó, Sem doce, Sem back, Sem rebite
Os outros querem diamantes, nós queremos dinamites
Sou Mandela, Sou felá, Sou marighella

As armas companheiro, pela liberdade só por ela
Séculos cortando a noite no açoite sem maldade
Sou eu mesmo xinga não, Cala a boca e faz metade

Firmeza, Licença aqui moleque.
Emicida, Rashid, Projota, NaveBeatz, 2011 Vivão
Como diz o mestre Kl Jay
"Estamos vivos irmãos, estamos vivos" haha

Refrão

Pra cima Revolução a Nova Ordem de guerreiros na missão
Você pode tentar se quiser derrubar
Você pode tentar, mas só pode tentar...

Pra cima Revolução a Nova Ordem de Guerreiros na Missão
Você pode tentar se quiser derrubar
Você pode tentar, mas só pode tentar...

Compositor: Emicida, Rashid e Projota

Letra enviada por Rafaelmooca

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Emicida no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS