Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Noites de Madagascar
    Quantas estrelas vi ali
    Em seu olhar
    Coisa com as quais
    Posso me acostumar facin'
    Posso me acostumar facin'
    Céu azul, verde mar
    Pássaros, pássaros, pássaros a cantar
    São coisas com as quais
    Posso me acostumar facin'
    Posso me acostumar facin'

    A vida não passa, filme no ar
    Sensual, classe, Renoir
    Como se dançasse, folhas, ondas e a beleza perfuma o ar
    Nesse mundão de Oduduwa, da pele a flor
    Deus nos acuda, Pablo Neruda bem, são cem sonetos de amor
    Sou do versos de Mia Couto, onde eu ria
    Outro, e os sons combinam
    Ensinam como beijos bons nunca terminam
    É surreal como machuca a mim quem te quer mal
    Sim, fere real
    Aos carinhos do vento a gente se espreguiça
    Com todo tempo ao favor da nossa preguiça
    Se na dor é cacto, façamos um pacto
    Já que tu curte um plano
    Deixa a espuma dançar nos pés
    Que ela leva toda o revés
    Eu amo as...

    Noites de Madagascar
    Quantas estrelas vi ali
    Em seu olhar
    Coisa com as quais
    Posso me acostumar facin'
    Posso me acostumar facin'
    Céu azul, verde mar
    Pássaros, pássaros, pássaros a cantar
    São coisas com quais
    Posso me acostumar facin'
    Posso me acostumar facin'

    E quando o sol dorme(dorme) a gente faz amor
    Sô especial for me, pólen, flor
    Que o tempo se torne onde for
    Em algum enorme, choque, esplendor
    Tipo patuá, rindo pra zuar, vindo Mafuá
    Anti-chagá tortura
    Pique uma adaga, perfura, dura
    Me afaga cantura, vossa eu nem sei se é minha cura
    Nosso, é mão, é cintura, é força
    Resulta em mistura, braços que quase sufoca
    Sentimentos plow, igual pipoca
    Ok, entendeu sua loca?
    Tantos carinho, quantos caminhos, até chegar em sua boca
    Numa aurora reluzente
    Outras vidas, outras frentes
    Tipo o céu e o mar desencontra, mas se tromba lá na frente
    Eu amo as...

    Noites de Madagascar
    Quantas estrelas vi ali
    Em seu olhar
    Coisa com as quais
    Posso me acostumar facin'
    Posso me acostumar facin'
    Céu azul, verde mar
    Pássaros, pássaros, pássaros a cantar
    São coisas com quais
    Posso me acostumar facin'
    Posso me acostumar facin'

    (Então é você o rapaz que está confundindo o olhar e as estrelas?
    )

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Emicida

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.