• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Nathy mc:
    Quebram-se barreiras
    Abrem-se as portas
    Ultrapassam-se as fronteiras
    Pra acabar com suas apostas
    A luz que invade
    E entra pela minha janela
    Trazendo prosperidade praquele que não ramela
    Na missão
    Jogo pipoca pro ar
    Pra que se abram caminhos junto com meus orixás
    Felicidade em ser quem eu sou
    Abençoada pelos mais lindos anjos, morô?

    (anjos) que tocam discos
    (anjos) que ouvem rap
    (anjos) que correm riscos
    Pra tira os pé de breque da minha vida
    E quem sabe da minha corrida é só Deus

    Que me dá forças pra eu continuar caminhando
    Aprendendo a ser só
    Evoluindo e remando
    Relembrando do que fiz
    Do que quis e do que sou
    Esse sorriso de agora é de alguém que já chorou

    Emicida:
    Quando tô triste
    Vejo lágrima nas gotas de chuva lá fora
    Aqui minha alma se veste de viúva
    O silêncio grita, estica a dimensão
    Como se só tivesse em mim saudade e solidão
    Ai eu vou de cada vala no passim e na dança
    Nasci só como o sol e vô morrendo igual as esperança
    Um minuto, um momento é a felicidade
    A tristeza tamém é mais vem cá roupa da eternidade
    Passo sempre por aqui e essas ruas são bem mais frias
    Quando não se tem porque sorri
    Omisso o povo corre pros compromisso
    Deve ser assim todo dia, mas só quando tô ruim vejo
    isso
    No estado de espírito das vitima
    Só se vive uma vez
    Pela minhas conta essa chance é a última
    Pra ser de um lugar se tem que nascer lá
    Neguim, pa se de São Paulo se só tem que se sentir
    sozinho

    Nathy;
    Sabendo o valor de cada lágrima que cai
    O suor da minha voz
    Sentimento que nunca trai
    Que faz bombar meu peito
    Que arrepia a minha alma
    Absorvo e aproveito
    Cada caixa é uma palma
    Tenho calma e nunca tiro os pés do chão
    Porque sei da onde vim e meus amigos quem são
    Escuto música com alma
    Musica de verdade
    Cada lágrima que escorre da minha voz
    É minha metade
    Metade de mim esta em tudo que faço
    Ofereço a vocês em milhões de pedaços
    De rimas, abraços,sorrisos, olhares profundos
    Dias e noites sonhos que vão pra outro mundo
    Suspiros, amores, luta, suor e beijos
    Tenho fé em tudo que desejo
    O que eu quero pra mim quero pra todo universo
    Mas todas as minhas lágrimas não cabem num verso...

    Letra enviada por roger_3moore
    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Emicida

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.