Muito mais que só letras de músicas

  • Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Pro interior de são paulo a rua é nóis também
    Rap bandido pegando os ouvido, de refém
    Cê tá perdido mas não tá perdendo, então vem
    É emicida e inquérito irmão, veja bem
    Não quero é ter que aceitar, não quero é ter que engolir
    Que uns nasceu pra brilhar e outros nasceu pra pulir
    É com nóis mesmo não precisa de sócio
    Pequenas empresas grandes negócios
    Tá pensando o que jão? que esperar não cansa?
    Ninguém aqui quer viver só de esperança
    Nego quer gozar, quer ter carro pra andar
    Quer ter grana pra gastar e ai?
    Quem vai pagar?
    Os mano quer se inserir no mercado
    Quer buscar lugar ao sol nem que for sol o quadrado
    Depois disso tudo isso mudou
    Só que antigamente era bem diferente outros valor
    No tempo que o michael jackson era preto
    Que os moleque gostava de arma, de brinquedo
    Hoje a maioridade vem cedo
    Pelos beco e os talento não são revelado
    São preso
    Se você não acredita no que eu falo
    Vai ler o livro
    "ninguém é inocente em são paulo"
    Vai ver o filme, do selton mello "o cheiro do ralo"
    O ser humano que é podre o esgoto fede de embalo

    Refrão (2x)
    O povo já tá cansado de sempre ser enganado
    É hora de escrever outra históira (já demorô)
    O bagulho tá embaçado não dá pra ficar parado
    Vamos mudar essa cena agora (já demorô)

    Ah, ah, ah, ah, ai
    Era uns cantando samba, outros cantando muié
    Meu, mas rezando pro carro pegar,
    E sair cantando os pneus
    Suando frio, graças à Deus nem me viu
    Então, eu trouxe essa disposição
    Irmão, a coisa é séria
    A favela já tá de playstation 3
    E o rap chorando miséria
    Aqui a lágrima não comove
    Quem se move, te faz [querer ver] todo esse talento atrás de um ibope
    Fui canela russa
    Bacia com resto de feira
    Só o pó, e de ali tive que tirar o melhor
    Prego no chinelo isso oh oh honra minha cutis
    Mostrar o melhor fut, bater o melhor boot
    Onde nem a pastoral da criança, alcança,
    Esperança é criada, igual polícia preparada
    Feio e fraco, a altura estima em caco, não muda
    --- pra baixo todo santo ajuda
    Vi meu sonho na mão dos infeliz, que não cobra dos prefeito
    O que cobra dos mc's
    Com o que sobra me fiz, obra e diretriz
    É sem tempo pra diss
    Truta
    Me desculpa
    O amanhã se cria hoje
    Baby, se preciso
    Tombando mais sangue-suga que o blade
    Sou tipo a cpi do rap
    É compromisso, então
    Se quiser continuar vai ter que mostrar serviço

    Refrão
    O povo já tá cansado de sempre ser enganado
    É hora de escrever outra históira (já demorô)
    O bagulho tá embaçado não dá pra ficar parado
    Vamos mudar essa cena agora (já demorô)

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Emicida

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.