Página inicial > Samba > E > Elza Soares > Vida de Vedete

Vida de Vedete

Elza Soares


A vida da vedete toda noite se repete
Bota a roupa, tira a roupa prá dançar
A noite a vedete nunca pára
Pinta a cara, limpa a cara
Mostra o riso prá agradar
Acima da cintura busto justo e petulante
Abaixo da cintura escultura extravagante
Amadas, cobiçadas pela eterna ilusão
Quem vê perna não vê coração.
Buscando seriedade uma vedete
se não for a Miss Tanguete
vai custar para subir
A vida da vedete toda noite se repete
Bota a foupa, tira a roupa,
limpa a cara, pinta a cara
mostra o riso e vai dormir.

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Elza Soares no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS