Alma da Verdade

Elton Domingues Ferreira


ALMA DA VERDADE
Composição: Elton Domingues Ferreira

Meu suspiro de poeta
Acorda a amada.
O sangue que vem da alma
Encanta porque a vida
É cheia de amor.

O que sai de dentro
Do nevoeiro do poema
É a alma da verdade
O que oculta a mentira
É o depauperamento causado
Pelo sentimentalismo bobo
Do ser humano,

De que o que encanta
É o amor com que as palavras
São ditas com a mais pura verdade
Em cada verso do poema.
Mas em si encerra
Muita vezes em ilusão
E muitas em contradição

De que o belo é belo,
De que o feio é feio,
De que o mar é amar
E de que o poeta vive
Inundado de páginas amorosas
E sempre viverá entre duas almas
Uma de poeta e outra de profeta.

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Elton Domingues Ferreira no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS