Pra Glória de Deus

Eliane Fernandes


É sempre assim, pra tudo que queremos
sempre existe um alto preço
E quando decidimos aparece mil tropeços
Causando muitas vezes um força do recomeço

É sempre assim, o barco está no porto
e o vento é favorável
Mas quando navegamos tudo fica incontrolável
E somos massacrados de um jeito inexplicável

Mas se ainda existe um assento nesse barco
O Mestre sobre as águas está vindo
e nele vai se assentar
Provando outra vez a sua grande majestade
E o mar e o vento Ele vai apaziguar

Nessa hora o vento vira brisa
E o comodante pra você avisa
A terra está avista pode descansar
Dentro de alguns instantes vamos ancorar

Nessa hora o céu enegrecido
Ficar lindo pra você sorrindo
Só resta testemunhar e de Jesus falar
No meu barco Ele entrou por isso vou cantar

Foi pra Glória de Deus
Foi pra Glória de Deus
A beira do fracasso Ele apareceu
Provando o seu amor do mau me defendeu
Na minha angústia clamei e Ele me atendeu

Foi pra Glória de Deus
Foi pra Glória de Deus
A beira do fracasso Ele apareceu
Provando o seu amor do mau me defendeu
Na minha angustia clamei e Ele me atendeu

Letra enviada por Leandro Saueia

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Eliane Fernandes no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS