As Musas

Eliana Printes

Pra Lua Tocar


Tontas ou senão suspensas pelo vento
Passam quase todas e se deixam
Dispensar a cada novo movimento
Gatas, ninfas, babies, monumentos

Delas a mais bela acende a presença
Desce sinuosamente lenta
Se destaca e cedo volta à sua viagem
Sonsas, são tantas docemente

Onde estão ou vai ver que não deixam
Nem gosto nem cicatriz
Sensação nem de luz, nem de ilusão
O risco da paixão é giz

Outra vez então no vento vão suspensas
Pairam todas elas e se deitam
A fingir a mais feliz indiferença
Falsas, quietas, magras, violentas

Créditos Caasi Avlis

Compositor: Fred Martins/ Roberto Bozzetti

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Eliana Printes no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS