Dupla Honra

Eliã Oliveira


DUPLA HONRA

Quanta dor no coração, quantas lágrimas no chão,
quanta angustia em tua alma, quantas interrogações,
é tão grande o teu sofrer, não consegues entender,
e ai você pergunta, meu Deus por quê?
Deus trabalha como quer, e quem pode contender?
Ele é quem hoje pergunta pra você,
ouça: onde estavas tu quando eu fundava a terra?
Onde estavas tu? Suas bases quem firmou?
Onde estavas tu quando encerrei o mar e
pus sobre ele ferrolhos e portas e disse
até aqui não passes para lá? Sabes tu meu tempo?
Sabes meu projeto? Sabes meu caminho?
Sabes meu pensar? Sabes tu meu plano?
Sabes meu querer? E entendes tu o meu trabalhar?
Sabes o que faço e o que farei?
Sabes meu decreto e o que preparei?
Se não podes entender é melhor calar e então
põe a mão na tua boca meu irmão.

Deus trabalha no silêncio, ele vê tua aflição,
acompanha os teus passos e tem visto a acusação,
não precisas responder, não, não queiras revidar,
ore por teus opressores, veja Deus se levantar,
se levantar.

Pra virar teu cativeiro, lá das cinzas vai te erguer,

vai sarar tuas feridas quem te viu irmão,
vai ver. A bonaça em tua mesa
teu celeiros se encherão terás vida abundante,
dupla honra e ti verão, a quem honra é honrado
quem se humilha é exaltado
e por Deus sendo provado louva, exalta, é assim,
é honrado, respeitado, aplaudido, invejado
e dá glória a Deus, sabe que sua coroa esta no céu

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Eliã Oliveira no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS