Elba Ramalho
Página inicial > Forró > E > Elba Ramalho > Sol Das Lavadeiras

Sol Das Lavadeiras

Elba Ramalho


Acorda sol, detrás da ingazeira
Vem, traz manhã, que a noite é sorrateira
Acorda sol das lavadeiras
Bem-vindo sol das lavadeiras
Enxuga o pranto das crioulas
Das mãos dessas trabalhadoras
Transforma essas águas num mar de alegria
Assim, como nasce o dia
Assim, como nasce o dia
Assim, como nasce o dia
Assim

Sombreado de palmeira, resto de matina
Vislumbre rosicler, arrebol rural
Retorna tão instauradora
Vigora a mão mantenedora
Aflora devolvendo aos campos luz

Assim, como nasce o dia
Assim, como nasce o dia
Assim, como nasce o dia
Assim

Desabrocha a luza flor, flamejante ao leste
Oh, rosa celeste, cai meridional
Assola por detrás dos montes
Raiando, fende o horizonte
Abrasa e manso pelo céu reluz

Assim, como nasce o dia
Assim, como nasce o dia
Assim, como nasce o dia
Assim, como nasce o dia

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Elba Ramalho no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS