Meu Barco

Eduardo Schenatto

A Flecha


Meu barco assolado pelo vento está
As ondas da incerteza querem o meu fim
O medo tenta a todo instante naufragar
Os sonhos que o próprio Deus sonhou pra mim
Mesmo na tempestade conferente
Eu não permitirei nenhuma intervenção
Nem mesmo as investidas do meu inimigo
Irão me afastar da tua direção

As águas turbulentas irão se acalmar
E o vento terá que ouvir a tua voz
Eu sei neste momento em que se surge o mar
Mais forte fica o elo entre nós
Termine a boa obra que em mim começou
Adorador sincero eu quero ser
O leme do meu barco é só teu, senhor
Me leve as águas do teu poder

Eu já decidi, não volto atrás
Meu barco não abandono jamais
O meu capitão é mais forte que o mar
As águas de sião meu barco vai levar

As águas que o mundo não podem parar
O meu barco é guiado pela forte mão
E a todo segundo eu não vou me calar
Renderei para sempre a minha adoração

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Eduardo Schenatto no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS