Página inicial > E > Edson Penha > Passagem Para o Nada

Passagem Para o Nada

Edson Penha


Passagem Para o Nada

É o sol
Que descasca o couro da cabeça
Por dias a fio
Por noites caladas de frio
Os pés no chão
Sem água ou razão
Teima o sol

Que resseca a dura casca de pele
Sertão, que devora a carne
Que transforma a alma em seixo de sal
Que faz do sertanejo
Misterioso cristal
Passagem que leva ao nada
E nada era tudo e tudo era nada
Que fome! Que tanto destrato!
Macaco-moleque, mãe, me dê seu perdão
Os pés no chão
Sem água ou razão
Teima o sol

Que resseca a dura casca de pele
Sertão, que devora a carne
Que transforma a alma em seixo de sal
Que faz do sertanejo
Misterioso cristal

Compositor: Letra e Música: Edson Penha

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Edson Penha no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS