Página inicial > E > Edson Penha > Contraposto

Contraposto

Edson Penha


Terminou o conto
Com este ponto infeliz
Quem conta um conto,
Aumenta um ponto
Espalha triz
Faz tanto oposto
Que aposto na incerteza
Aposto um conto que este ponto
Não traz fim

Põe logo o ponto
Que teu conto nada diz
Não vale um conto
É uma pala de aprendiz
Espalha a malha
Perde peixe
Teima e falha
Aposto um conto que este conto
Não tem fim

Desceu ladeira o argumento
Correu pro ralo a asserção
Você se prende em tantas teias
E eu me escondo em teu sermão

Subiu ladeira o julgamento
Colou no teto a solução
Você se perde em resistências
E eu me arrogo à certidão

Fala com bala, meu resguardo faz navalha.
Que já esta virando ralha essa nossa discussão.
Bala na agulha, o vento sopra na fagulha.
Que já esta virando pulha essa nossa indagação.

Compositor: Música: Xavier Bartaburu / Letra: Edson Penha

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Edson Penha no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS