Página inicial > E > Edson Penha > Canoeiros

Canoeiros

Edson Penha


Canoeiros
Música e letra: Edson Penha

Mês das águas, rio levou
Mãe e filha na aguaça
Aguaceiro, água-amarga,
Alma mater, reaviara
Aguaceiro, água-amarga,
Que deu azo à cruzada.

Mês das águas, rio levou
Mãe e filha na aguaça
Aguaceiro, água-amarga,
Que deu azo à cruzada.
Remadores, fim de estrada
O sertão em suas cavas
Rio acima, alma-santa
Tanta gente precisada
Canoeiros, travessias

Na remância
De tristeza e de estranhas alegrias
Rio afora, mascatagens
Foi à faina em ciganagem
Na represa, estrangeiros
O progresso derradeiro

Canoeiros, fim da Usina
O sol quente desatina
Fez viagem de resgate
De desordem, rixa e sina
A última viagem foi contrato de amor
Deu em balas, deu em festa
Deu em morte, deu em dor

Foi a última viagem, comandante batedor
Nas espumas da itaipava,
Canoagem se acabou
Foi a última viagem, almirante vencedor
No orlado, no brejal,
Canoagem se acabou, se acabou

Compositor: Letra e Música: Edson Penha

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Edson Penha no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS